sábado, 17 de dezembro de 2011

Me disseram que não pode mais amar

Eu ouvi comentários e as pessoas me procuram para falar que está proibido o meu tipo de amar. Disseram que é um amor inaceitável, e difícil de se compreender e até estão fazendo movimentações, organizações para impedir do meu amor acontecer.
Na televisão as propagandas deixam explicito a sua opinião: homem + mulher + amor = família e o meu amor que não tem outro homem, não forma uma família? Eu fico chateada cada vez que eu ouço alguém dizer que ama a pessoa que está ao seu lado e eu fico com cara de tacho por não poder amar a minha maneira.
Será que esse tipo de amor é mesmo um amor tão proibido assim, tão errado e ofensivo a quem não o sente. Na verdade quem não sente esse tipo de amor e o reprime nunca deve ter realmente amado uma pessoa. Tudo o que eu quero é sorrir enquanto caminho de mãos dadas com quem eu escolhi amar a minha maneira, comum e rotineira apenas voltada para o amor.
Por mais que haja pessoas que me defendam e que apoiem a minha, a nossa causa do amor nunca parece ser o suficiente, sempre estamos sendo colocados como minoria. Ignorantes, as pessoas que acham que eu não posso amar como todos amam, sim eu posso e vou.
E se você político, religioso, ignorante ou desconhecedor do amor tentar me impedir, somos muitos, somos tantos e fortes, resistentes e guiados por sorte, sorte de poder amar e não julgar quem faz o mesmo.

Um comentário:

  1. Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^

    ResponderExcluir

Pode ler, pensar. Mas vamos comentar.