sábado, 30 de março de 2013

Faladeira passa mal

Não que eu seja uma pessoa de poucas palavras, mas pronuncio aquilo que é de interesse coletivo e não manifesto nada além do meu limite de consciência. Quem lê assim pensa até em alguma atitude bonita apenas estou definindo a minha repulsa contra pessoas que adoram "falar mais que a boca"  ou melhor as "Marias do bairro"  perdoem-me Marias e moças moradoras de bairros, mas tal atitude chega a me dar náuseas.
Eu vivo a minha vida do modo que eu julgo correto e intenso, ouço histórias de pessoas que tiveram as mesmas atitudes que eu e a vida não as correspondeu como o esperado, acredito eu que experiência de vida não tem nada haver com sorte, se por algum acaso você já é bem vivido e não muito sortudo não tente dizer que as minhas mesmas atitudes vão me levar ao buraco igualmente, dentro de mim existe um certo tipo de força que aparenta lutar contra a maioria das coisas ruins que me afetam, sendo assim eu não acredito nessas trágicas coincidências. As pessoas falam demais. Demais e desnecessariamente.  Logo estaremos em Abril e eu começo a fazer a retrospectiva do DearLe que para mim é o blog que mais fala, eu falo tudo o que me vem na telha sabe e nem por isso eu chego a ser inconveniente, eu falo da minha vida de certo modo e por expor um lato meu em literatura algumas pessoas acham que isso dá a elas o direito de serem meus "Dearle's" por aí e começarem a falar de mim como se isso fosse preciso.
Todo mundo é muito hipócrita, eu me incluo em todos os comentários maldosos que faço sobre as pessoas por não ser imune a nenhum tipo de atitude repugnante eu me considero parte da massa, só que eu não tenho as atitudes que eu repugno, apenas me encaixo junto para não correr o risco de ser citada como santa e imune de atitudes ruins, de certo modo é isso que uma faladora pode interpretar lendo esse simples texto em que eu tento diferir pessoas que falam demais e pessoas que desnecessariamente falam. O dom da fala é tão bonito e a sonoridade da voz de algumas pessoas me faz querer na maioria das vezes não ouvir, ou sendo menos radical, apenas me faz querer ficar longe.
Essa é uma dica valiosa para quem sabe que tem esse tipo de atitude: NÃO VALE A PENA AMORZINHO, não se minimize por tão pouco, guarda a tua voz para dizer caricias ao seu amor e não pra me usar como desculpa na sua sua vida mal procedida.

"Deixo que digam, que pensem e que falem. Eu deixo isso pra lá, vou pra cá o que é que tem? Eu não to fazendo nada e nem você também, pode ficar falando enquanto eu faço amor gostoso com alguém".

Beijos, Dearle. ♥

Um comentário:

  1. Juѕt wish to saу your aгticle is
    aѕ astounding. The clarіty for your ρоst is simply speсtacular and that i could suppοѕe you are knοωledgeablе on this subjeсt.
    Fine togethеr with youг ρermіssіon let me tο clutch уour fеed to κeep up to date with foгthcomіng post.

    Thank you one million аnԁ ρlease cоntіnue the reωаrding work.


    Feеl free to surf to my ωeb site: http://adultsocialtree.com/profile/cathrynmcc

    ResponderExcluir

Pode ler, pensar. Mas vamos comentar.